Porque procurar o ambulatório dos viajantes?

Escrito por Ligia Caligaris on. Postado em Dicas, Viagens

  img_3228-1

O ambulatório dos viajantes do Hospital da Clínicas – SP atende pessoas que vão viajar para o exterior e querem saber que cuidados devem ter para não ficarem doentes durante a viagem.

Mas, eles orientam muito mais…

Vejo muitos palpiteiros nas redes sociais darem sua opinião sem qualquer conhecimento de causa. Uma verdadeira irresponsabilidade é ir atrás desses “achismos”!

img_1214-1

Procurei o ambulatório dos viajantes antes da primeira viagem para a África em 1998. Estava preocupada com malária e queria saber se recomendavam os anti maláricos preconizados nos guias turísticos. Seus argumentos foram decisivos!

img_1075-1  

Meu filho e nora, com viagem marcada para a África, foram até o ambulatório dos viajantes de Brasilia para discutir inclusive os riscos que poderiam correr em momentos de Ebola. Viajaram tranquilos e felizes e voltaram sãos e salvos!

img_1466-1

Em São Paulo ele funciona no Prédio dos Ambulatórios do HC  e a consulta deve ser agendada.

Num primeiro momento todos os viajantes se reúnem em uma sala e os médicos explicam os cuidados gerais que devem ter para evitar diarreias durante a viagem.

Explicam que as diarreias correspondem a 50% das doenças contraídas nas viagens, sendo que 90% é bacteriana.

bkk3-3091

Orientam a beber água engarrafada e se possível gasosa (mais difícil de burlar a embalagem). Lavar as frutas com  hipoclorito de sódio, o famoso hidrosteril e não enxaguar as frutas com água corrente depois de lavadas mesmo que sinta um gosto de cloro ao comê-las.

l1350734-1

Para os que vão fazer trilha e não tiverem condições de levar a água para ser consumida, coar a água a ser bebida com um coador de papel tipo valita.

Não tomar água no banho!

Caso tenha diarreia tomar 200 ml de sais de reidratação após cada episódio de diarreia.

Eles também receitam um antibiótico para levar e explicam quando deve toma-lo.

Para as doenças transmitidas por inseto como dengue, malária e febre amarela os cuidados são repelente, mosquiteiros e camisas de manga comprida e calças e que essas roupas sejam claras (branco e beje) que espantam os mosquitos. Usar também chapéu com aba.

Para a febre amarela orientam para tomar a vacina que tem validade de 10 anos.

Se tiver febre procurar um médico do local.

Usar Exposis-Extreme (tem um para crianças) como repelente e passar a cada 5 horas. Quando entrar na água passar de novo. Para as doenças que o organismo penetra pela pele, o risco maior é em água parada.

Tomar cuidado com animais (mamíferos e peçonhentos) em trilhas. Em caso de mordedura lavar bem o local e procurar ambulatório médico.

O importante é que sabendo o roteiro da viagem alertam sobre as doenças, prevenção e o que fazer caso fiquem doentes. 

Na volta da viagem, caso tenham febre, diarréia etc… procurem também o ambulatório que eles estão preparados para fazer o diagnóstico e tratamento.

Meu filho e nora foram para Africa mês passado e estudaram o roteiro com eles e não houve contra-indicação para a viagem. Um conselho: não viajar sem consultá-los!

Endereços:

Ambulatório dos Viajantes HC-SP

www.emilioribas.sp.gov.br/pacientes-e-acompanhantes/medicina-do-viajante 

de 2a a 6a das 8 às 17 horas. Informações pelo telefone: (11) 3896-1400

Em Brasília: Hospital Regional da Asa Norte

Levar documento com foto e carteira de vacinação

Lojas para mochileiros, trilheiros etc… em São Paulo

Pé na Trilha: R Apeninos no Paraíso – tel (11)3562-1800

 

 

Tags: , ,

Trackback de seu site.

Deixe um Comentário